Ferramentas Básicas

É preciso um certo cuidado quando falamos de tecnologia, pois estamos falando de algo com curto prazo de validade, por isso não indico certos produtos tecnológicos. Contudo, as ferramentas básicas para que você possa produzir seu arranjo no seu estúdio, ou seja, gravar e sequenciar, são:

 

Computador

 

Ter um bom computador te faz trabalhar com mais segurança, pois os instrumentos virtuais exigem bastante memória e processamento. Pense na sua necessidade ao adquirir um computador, veja o que de fato você precisa. Se você apenas escreve o seu arranjo em um software de notação, ou seja, arranjos com pequenas formações, você não precisa comprar algo rebuscado. Todo software possui um mínimo de processamento estabelecido pelo fabricante e aconselho a ler antes de comprar o seu computador.

Pense duas vezes o quanto você deseja investir em um computador, pois o ideal é você pensar a longo prazo, caso contrário você pode acabar gastando duas vezes mais, já que a tecnologia está sempre atualizando e seu valor não é nada barato.

Processador, Armazenamento e Memória

 

Armazenamento do tipo SSD é o ideal, mas é caro quando colocamos na balança a relação espaço oferecido + preço. Contudo eu aconselho a ter pelo menos dois HD’s sendo um SSD para o sistema e um HD comum para os demais arquivos. Como o HD está relativamente barato, você pode ter um para armazenar os instrumentos virtuais e outro para armazenar os áudios do seu projeto, assim você não sufocará muito a sua máquina evitando com que ele trave por falta de processamento ou leitura.

Para os processadores é necessário fazer uma média de tudo que você irá usar, pois como eu já falei, todo software possui um mínimo de processamento estabelecido pelo fabricante. Eu posso usar instrumentos virtuais dentro do Finale, como exemplo. Com isso, eu vou ter problemas se eu usar o mínimo pedido pelo fabricante, pois o mínimo é, geralmente, o suficiente para você abrir o programa e trabalhar com poucos recursos. Logo, investir em um bom processador não é luxo, é necessidade.

Memória é outro recurso que quanto mais melhor. Muita gente discorda dizendo que consegue trabalhar com o mínimo possível, mas trabalhar utilizando toda memória vai afetar a performance da sua máquina trazendo dor de cabeça e atrasando o seu trabalho. Mais uma vez eu recomendo ler as especificações dos programas que você for usar, pois além do processamento tem também o quanto de memória o programa exige.

Interface

 

Ao escolher uma interface, veja o que você irá gravar, pois a quantidade de entradas irá impactar no preço.

Se você não deseja gravar uma bateria, então você pode optar por ter uma interface com uma ou duas entradas.

Outro fator que irá aumentar o valor é a porta de comunicação com seu computador. USB 2.0 é a mais barata, contudo, veja se você vai ter muito periférico plugado no seu computador, pois isso pode afetar a transferência de dados.

Tenha muito cuidado quando for comprar interface antiga. Veja no site do fabricante se ainda existe atualização ou driver para versão do seu sistema operacional. Caso contrário, você vai comprar um peso morto achando que fez um bom negócio.

 

Monitor de Referência

 

Veja o tamanho da sua sala ou quarto ao escolher o seu monitor de referência. Não adianta comprar um monitor de 8 polegadas se você possui um espaço pequeno, pois você terá excesso de grave que vai prejudicar o seu trabalho na hora de mixar. Além disso, existe um espaçamento entre você e seus monitores. Geralmente monitores de 5 polegadas são o suficiente para um homestudio.

Teclado Controlador

 

Um controlador se faz necessário para agilizar o seu processo na hora de produzir a sua música. Há diversos tamanhos e marcas no mercado. Mais uma vez, veja a necessidade do seu trabalho para escolher o tamanho adequado.

DAW

 

Bom, é preciso ter um lugar para gravar seu áudio e para isso a DAW, ou digital audio workstation se faz necessário. Existe um monte deles, no meu caso eu uso o cubase a mais de 10 anos, porém, se você pensa em entrar no mercado de trabalho, considere usar o pro tools, pois muitas portas poderão se abrir, já que todo estúdio profissional utiliza ele. Entre outras palavras, é mais uma opção de trabalho.

Samples e Instrumentos Virtuais

 

Existe no mercado diversos instrumentos virtuais, alguns gratuitos e outros pagos. Contudo, acredito que ter o Kontakt, que é um sample player, mas que vem com muitos instrumentos dentro dele, já é o suficiente para você produzir muita música. Além disso, ele possui um excelente recurso para você utilizar seus samples, iremos ver isso mais detalhadamente durante o curso.

Além dos instrumentos virtuais, usar loop ou samples (que significa amostra) de bateria e percussão podem salvar sua vida, pois é difícil criar um groove usando certos instrumentos como pandeiro. Além de não soar natural, você vai perder muito tempo sequenciando, enquanto que com um sample, ou seja, a amostra de um groove de pandeiro, você apenas joga ele no seu projeto.

 
© Universidade Michael Machado, todos os direitos reservados.